Categories
INE

Celorico de Basto

Só como curiosidade informo que – a propósito da “história” do poder de compra concelhio e da ameaça do presidente da câmara do município em processar o INE -, independentemente dos méritos da metodologia que não quero comentar, na penúltima versão do dito estudo, divulgada em 2002, Celorico de Basto ocupava o mesmíssimo lugar, o último.
Lembram-se de ter havido estardalhaço na altura?

One reply on “Celorico de Basto”

O digno autarca não deveria ter ainda, à data, a sensibilidade para os assuntos sociais que tem hoje. Ou então andava distraído a assinar licenças de construção…

Comments are closed.