Adufe 5.0

As armas do meu adufe não têm signo nem fronteira
Random Image

As armas do meu Adufe,
não têm signo nem fronteira.

Bem-vindo ao Adufe 5.0


Archive for the ‘Mimos’


Antes do Benfica jogar era assim:

Portugueses são os maiores consumidores de carne de aves“. E depois?

Obrigado Benfica…

…não era preciso incomodarem-se
Permitam-me retribuir: afinal, o que vale o Barcelona ao pé de um Olimpiakos?

Diz que Ricardo Araújo Pereira ouviu falar do MEP

Ontem aos microfones da TSF, programa audível aqui, cumpriu-se o propósito do MEP: quem ouviu o novel programa humorístico chamado Governo Sombra, pode constatar pelas ondas da rádio que Ricardo Araújo Pereira ouviu falar do MEP pela primeira vez. Como tal, a nossa razão de ser cumpriu-se e em breve desmobilizaremos qual flash mob pós-moderna.
O desvirginador da ignorância terá sido o parceiro de programa Pedro Mexia que, depois das estafadíssimas piadolas em torno do nome do MEP (Movimento Esperança Portugal) – Pedro, chegaste com um atraso de 7 meses, é espreitares o adufe por volta dos 30 segundo posteriores ao anúncio público do surgimento do MEP – deixou nas entrelinhas o que verdadeiramente o apoquentava: qual terá sido a ementa do almoço realizado no decurso dos trabalhos do Iº congresso do MEP?
O entediamento do vizinho Pedro, é na realidade azia por antecipação, basta atenderem à profundidade e ferocidade das críticas.

Eis a ementa:
Não houve ementa caro Pedro, cada um foi livre de escolher o prato e o restaurante, mas posso-te dizer que ao almoço de Sábado me servi de uma belíssima posta de bacalhau assado acompanhado com deliciosas batatas cozidas com a pele. Ao jantar de Sábado, partilhei um soberbo arroz de marisco e no Domingo matei saudades da carne devorando um pecaminoso naco, sempre ao sabor das ondas, com vista para o Atlântico, no restaurante A Baleia, na Ericeira. Um tédio, verdadeiramente, um tédio. Pior só mesmo olhar para o boletim e ver: Partido S-o-c-i-a-l-i-s-t-a; Partido S-o-c-i-a-l D-e-m-o-c-r-a-t-a e por aí fora, cá dentro.

Quiz Mimoso sobre futebol

1) “Aquele frango que o Quim deu no jogo com a Dina… Marca, devia ter sido eu a dar”. A pergunta é: quem disse isto?

2) No anos 80 havia um personagem de novela que quando via o trabalho a aproximar-se em demasia exclamava condoido e simulando prostração:
“Se eu não tivesse tido aquela maledeta doença”. Sempre que vejo o Nuno Gomes a jogar lembro-me desse finório com sotaque italiano. E a pergunta é? Até quando?

3) Estava escrito nas estrelas: Dina Marca – Porto Galo.

4) Scolari who?

Manuela Ferreira Leite é monárquica

Fontes fidedignas afirmaram ao repórter ter ouvido MFL suspirar por uma monarquia em Portugal. Na base desta alteração de preferência regimental da actual líder do alegadamente maior partido da oposição terá estado o recente artigo de opinião de Luís Filipe Menezes. Alguém terá dito que “este tipo é pior do que o Hugo Chávez” o que terá levado MFL a suspirar por um “Porque non te callas” lusitano.
Aguardamos pela reacção de Dom Duarte Pio de Bragança.

Entrada directa para o anedotário

” (…) No caso do romance que Mário de Carvalho editou este ano na Caminho, este desvio pode ser tão pernicioso que obnubile as qualidades de um livro em que a densidade da linguagem se adequa de um modo raro e exemplar ao propósito ficcional. (…)”

João Paulo Sousa

É preciso ter ânimo: as novidades editoriais não param!

Ânimo está de volta
António Colaço (lembram-se?) brindou alguns dos amigos com uma edição da ânimo na sua componente “ânimos exaltados”. Depois de ouvir o Engº Sócrates na última semana – desde a entrevista à RTP até ao discurso do Debate sobre o Estado da Nação – recorrer até à exaustão à palavrinha mágica ânimo ( na foto António Colaço agradece, embevecido, a Sócrates, por ter voltado a utilizar a palavrinha mágica no Jantar de final da Sessão, que decorreu na Estufa Real, após o dito Debate ) não resistiu e vai daí ressuscitou, por alguns minutos, a ânimo na sua versão blogue que todos conhecemos. Mas o que o Adufe está em condições de revelar é que António Colaço pode estar de abalada das suas funções de assessoria de imprensa do GPPS e a dita ânimo poder, finalmente, passar a produtora de conteúdos para rádio, televisão e imprensa. Quem sabe da poda nunca esquece, o currículo está no mercado…

Ânimo, ser melhor, melhor é possível, andamos todos ao mesmo, caro António. Bem-vindo de volta! Um grande abraço e muito sucesso.
No post seguinte, o tal número de ânimos exaltados.

E o título de notícia mais estúpido do dia é…

Sol deixou de aquecer a Terra“, um título do jornal Expresso como não podia deixar de ser.
Será que é alguma private joke entre jornais concorrentes?
Em todo o caso aqui fica a publicidade gratuita. Ver um jornal a dizer patetices constuma ser irresistível para um blogger que se preze.
QED

Arrumadores e residentes unidos pelo mesmo problema

A subida do preço dos combustíveis está a ter consequências dramáticas na vida de alguns arrumadores que estarão na eminência de mudar de oficio.
Os lugares disponíveis para estacionar em algumas zonas da cidade onde além de serviços há um peso significativo de residências, praticamente não existem.
Justificação? A rotação de automóveis está em queda, há de facto, cada vez mais pessoas a deixar o carro à porta de casa a semana inteira. Ora esta é uma realidade que inferniza muitos residentes que usam efectivamente o automóvel e não têm lugar de estacionamento privativo junto do lar.
Se o popó não circula e se há escassez estrutural de estacionamentos… Ups!

Das Contemp Uranius

Este não é o pior programa da televisão portuguesa.