Categories
Política

Os serviços secretos na Suécia têm liberdade de expressão (act.)

"SUÉCIA Site encerrado por divulgar caricaturas de Maomé" in TSF

"Na Suécia, foi encerrado um "site" de um partido político de extrema direita que tinha procedido à divulgação das caricaturas do profeta Maomé. (…) Laila Freivalds [ministra da Suécia] afirma que defenderá sempre a liberdade de imprensa neste país, mas condena o uso dessa liberdade para provocações."

Alguma vez esta caricatura merecia este estatuto de mártir da Liberdade de Expressão, agora capitalizado por um partido de extrema direita? 

mahomet7.jpg
O meu bom senso diz-me que este é um bom cartoon, provocador como todos os bons cartunes têm que ser e sustentado no nosso imaginário que se alimenta, por exemplo, pelas cassetes de despedida dos bombistas-suicidas que afirmam oferecer-se como martires na esperança de terem acesso a éne virgens quando chegarem ao paraíso. Tudo em jeito de retribuição, de acordo com o que acreditam prever a sua religião…
Agora digam-me lá se a liberdade de expressão não morreu um bocadinho na Suécia. Eu se fosse radical muçulmano estaria a clamar vitória. Eles continuarão a testar sistematicamente a nossa determinação, explorando as nossas contradições e/ou a nossa complacência, os nossos sentimentos de culpa, levando-nos a pôr em causa aquilo que vamos cultivando a custo, aquilo que temos e que mais os ameaça.
Como já aqui disse, no dia em que virmos o mundo muçulmano estritamente como aquele formado por um povo com quem não se pode brincar, que não se pode criticar, que não se pode satirizar, um povo percebido como inferior, atrasado e perigoso, os radicais terão ganho uma importante batalha.

7 replies on “Os serviços secretos na Suécia têm liberdade de expressão (act.)”

ehehe

bastava alguém gritar bomba que metiam a basófia no saco

E ainda não viram nada. O politicamente correcto que gosta muito do Outro ainda não viu mesmo nada. Então em matéria de sacralização dos gay e respectivos casamentos não viram nada. Nem se dão conta que para eles isso há-de ser mais caricato e anormal que as 70 virgens à espera…

E como é que conseguimos explicar esta coisa tão simples a gajos obtusos como o Daniel Oliveira, por exemplo?

Afinal, também nós temos os nossos radicais.

julgo que foi o governo q deu uma palavrinha ao webhoster e estes pensaram melhor. Engracado, qd o gov finlandes se sentiu incomodado c uma pagina pro/curda (anti-russa) foi da suecia que apareceu o alojamento.
Deve ser da fibra, tao vizinhos e tao diferentes dos dinamarqueses- eu sempre disse q estes suecos eram todos assim para o abichanado;)

Qd se quer obrigar toda a gente a ter muito bom senso acaba sempre assim com uns palermas extremistas a provocar ou acabando por sugir como vitimas aos lhos da opiniao publica.

Um dos problemas que eu tenho com o ppl da esquerda que e esquerda e esta incapacidade para o comprometimento, para encontrar um minimo denominador comum; recusam-se a participar numa manifestacao de solidariedade para com a dinamarca para nao darem pretextos e protagonismo à extrema direita sem perceberem que se nao reclamarem a bandeira, estao a fazer um grande favor aos extremistas.

Thanks pelo filminho MP-S comecei agora a ver mas ele começa logo por cometer um erro tremendo que é atrever-se a fazer uma caracterização do muçulmano em geral. Muçulmanos tanto podem ser egípcios como marroquinos como iraquianos ou paquistaneses e as diferenças são tantas que a categoria não funciona.

Mas vou ver (ouvir) o resto. Inté

Quanto ao DO é propagandista. Mais nada. Mas olhem que tem havido declarações de gente com mais responsabilidade a dizer mais asneira. O JPP, por exemplo.

O DO nem é nada porque nem conta. E para se falar dessas bandas então mais valia confrontar historiadores: o Pedro Picoito na Mão Invisível e o Carlos Novais no Causa Liberal, por exemplo. E o Rui Tavares como mau exemplo ou um Paulo Varela Gomes com muito mais tarimba e cabeça livre a deitar abaixo aquele texto da manif em segundos

Comments are closed.