Robalos em Azeite

Aprovou! Por isso segue receita.
Partindo do princípio que quem me lê é ligeiramente azelha como eu (por outras: desculpem os excesso descritivos e até mesmo pictóricos) cá vai:

Ingredientes:
Robalos pequenos, dois a três por pessoa.
Azeite Extra Virgem
Sal
Limão
Alhos
Folhas de louro
Pés de salsa

Preparação:
Para ficar perfeito recomendam-se três fases mas havendo urgência pode-se perder alguma delicadeza no sabor omitindo a primeira (não recomendado):

1ª Fase
Deixar durante algumas horas os Robalos fresco (ou descongelados) no frigorífico, cortados em três postas (cabeça, dorso e rabo) temperados com sal e sumo de limão (seja generoso com o limão). Tempo para marinar: Durante a noite se a refeição for o almoço ou desde manhã se a refeição for o jantar.

2ª Fase
Colocar os Robalos já devidamente temperados com sal e limão numa caçarola ou frigedeira e adicionar AZEITE (azeite extra virgem de boa qualidade) para fritar o peixe. Não é preciso deixar os peixes a nadar em azeite como se fosse fritar batatas. Meio dedo de azeite no fundo da frigideira deve chegar.
Iniciar a fritura. O objectivo não é cozinhar definitivamente o peixe. Ao fim de alguns minutos de fritura (não se esqueça de ir virando o peixe), quando este começar a alourar, retire-o para uma travessa mantendo a frigideira ao lume.

3ª Fase
Adicione algum azeite à frigideira repondo a quantidade que tinha no início.
Junte agora os dentes de alho (pelo menos dois do tamanho da falangeta do dedo polegar por pessoa), as folhas de louro (uma ou duas) e os pés de salsa (pelo menos um por pessoa).
Deixe fritar durante alguns minutos (3 a 4 minutos).
Feito isto junte então novamente o peixe e deixe acabar de fritar virando-o por forma a que fique com uma fritura homogénea.
Termine colocando o peixe e o que sobra da fritura numa travessa.
Pode servir quente mas também é aceitável servir frio.

Acompanhamento:
Bem aqui fica ao seu critério. Uma salada, uns legumes cozidos e/ou batatinhas cozidas ou assadas à muro… Um bom naco de pão com um bom vinho (recomendo sempre tinto)… Enfim, pessoalmente, como sou Chinês da parte da Ria de Aveiro prefiro o arroz branco.

Arroz cozido apenas com sal, umas gotas de azeite, uma cebola pequena partida em quartos e um pé de salsa que se junta quase no final (coar a água antes de servir!). É um acompanhamento que permite apreciar bem a simplicidade e subtileza do peixe temperado com o próprio azeite da fritura.
E pronto, bom apetite.

Sobremesa? Fica para a próxima! (Mas estava uma delícia 😉 )

5 thoughts on “Robalos em Azeite

  1. dolphin.s

    Para a próxima a assistência agradece que as experiências gastronómicas sejam efectuadas durante a tarde, para as aproveitar para o jantar ;P

  2. Rui MCB

    Eu já temia esse tipo de comentário. Foi por isso e só por isso que não deixei aqui a receita da baba de camel…da sobremesa.

  3. dolphin.s

    a da baba já devo ter apontado umas vinte vezes… mas dotada para a cozinha como sou, ainda não sei de cor ;P

    já agora… não queres aumentar as visitas com mais esse post gastronómico??? ;)))

Comments are closed.