Categories
Política Portugal Viagens

A paixão dos comboios

Depois das críticas que aqui deixei há alguns dias, premitam-me fazer eco de uma boa notícia sobre os comboios que li há pouco no Público.

«A CP apresentou ontem os primeiros comboios modernizados que, a partir de segunda-feira, começam a circular entre Lisboa e Tomar.

O serviço regional de Tomar é o primeiro a receber três comboios que foram sujeitos, segundo a CP, a uma “modernização profunda que passou pela instalação das mais modernas tecnologias da indústria ferroviária”. Até ao início de 2005 deverão estar a circular no serviço regional 57 comboios renovados, de três carruagens, que permitirão, de acordo com o presidente da CP, Crisóstomo Teixeira, “uma redução do tempo de viagem”.
(…)
Este responsável adiantou que a velocidade média poderia aumentar, reduzindo em 15 minutos o tempo de percurso Lisboa/Tomar, que ficaria a demorar hora e meia. Mas, para tal, “é necessário uma melhoria da infra-estrutura, que cabe à Refer [Rede Ferroviária Nacional]”.
(…)
O serviço de Tomar é considerado “o serviço regional de bandeira da CP com mais clientes”, tendo transportado o ano passado 3,6 milhões de passageiros. Faz 46 circulações diárias até Lisboa.
(…)
Até 2005 serão introduzidos dois comboios renovados por mês, estendendo-se a oferta deste serviço aos regionais da linha do Norte (Coimbra/Porto, Coimbra/Entroncamento e Lisboa/Tomar), além de Coimbra/Beira Alta, Coimbra/Figueira da Foz e Entroncamento/Beira Baixa e ainda na Linha do Sado entre Barreiro e Setúbal.
»

Lendo o resto da notícia percebe-se que se investiu no sítio certo e da forma certa (mais conforto, mais segurança, maior rapidez, maior beleza estética). Os resultados não hão de demorar. Pode ser que o smog em Lisboa e arredores com medidas como esta comece a diminuir. Não é suficiente mas é necessário.