Encerrando o caso do Expresso Mata-Blogues

O Leonel avisou e aqui está o esclarecimento oficial publicado no Expresso.
Eis a nota do Expresso-On Line:

«Nota do Editor – O EXPRESSO Online errou. A notícia não corresponde efectivamente ao que foi debatido sobre os «blogs» no seminário «Ciberlaw’2004» , tendo o jurista Pedro Amorim razão no seu esclarecimento. Pelo lamentável equívoco, as desculpas ao jurista e aos leitores do Online.

Mário de Carvalho»

Moral da História: Desconfia ainda mais das notícias que lês nos jornais não vás expor-te ao ridículo tomando-as por boas e divulgando-as no teu blogue.

4 thoughts on “Encerrando o caso do Expresso Mata-Blogues

  1. congeminações

    Ainda bem que inciei a ronda habitual por aqui pois serviu-me o esclarecimento para imediatamente apagar o post que sobre este assunto havia escrito no meu blogue. É que achei o disparate de uma tal enormidade que não me contive.

  2. Maria Papoila

    Errou… vá lá que o erro não provocou uma Guerra. Em todo o caso sería uma medida absurda. O que não falta é onde colocar blogs e paginas neste mundo virtual 🙂

  3. a-ver-o-mar

    sobre essas notícias e o SPAM também deviam ver “fragmentos de um direito” no “tempusatempus”

Comments are closed.