Portugal tem um problema

Ainda que lá bem no interior do jornal e sem chamada na página principal surge hoje no Público uma notícia rara sobre um bem vital para o futuro do país: parece que ontem tivemos oposição no parlamento. Que frutifique o exemplo sem que se esqueçam de ir delineando os seus compromissos e métodos para o futuro.

Ficam aqui dois parágrafos, o resto pode ler-se no lugar do costume

PS Bombardeou Governo
Por SÃO JOSÉ ALMEIDA E NUNO SÃ? LOURENÇO
Sexta-feira, 19 de Março de 2004

O PS conseguiu ontem encostar o ministro dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Mendes, às cordas, naquele que foi o primeiro “knock-out” claro do Governo de coligação entre o PSD e o CDS no Parlamento. Um êxito socialista que resultou da táctica adoptada pela direcção da bancada para atacar o Governo nesta interpelação de balanço de dois anos de executivo que foi simultaneamente o último grande momento de António Costa como líder parlamentar.

A táctica passou por, depois da abertura a cargo do secretário-geral, Eduardo Ferro Rodrigues, em que este apresentou aquilo que vê como resultado da má governação de José Manuel Durão Barroso, serem feitas por 19 deputadas e deputados perguntas concretas sobre as promessas eleitorais ou governativas do PSD. Uma cascata de questões a que Marques Mendes acabou por desistir de responder uma a uma, depois de ter mesmo esboçado um sorriso quando percebeu a dimensão do ataque delineado pelo PS. (…)