Da Natureza do Bem…

Histórias para a Inês talvez
Moro numa cidade tão pequenina que quando chega a primeira andorinha ficamos todos à sombra. Se tropeço, foge-me o chinelo para o subúrbio, estremece-me a casa se passa o circo, não posso crescer mais. Se fossemos todos adultos e letrados, talvez a cidade tivesse o tamanho certo. Talvez.

in Natureza do Mal

Vou deixar o Adufe guardado nesta cidade que me indicaram ali para as bandas da Natureza do Mal. É só por uma noite… Ele toca conforme o dono, se for adulto e letrado não há problema, não é? Amanhã ou mais daqui a pouco vou aí busca-lo, pode ser?

1 thought on “Da Natureza do Bem…

Comments are closed.