Adufe 5.0

As armas do meu adufe não têm signo nem fronteira
Random Image

As armas do meu Adufe,
não têm signo nem fronteira.

Bem-vindo ao Adufe 5.0



Noite perfeita

De vez em quando há noites assim. Um tipo vai à bola confiante apenas que cada jogo é um jogo levando um pouco de sal, emprestado por outra noite recente que pelo brilho vinha destoando da tragédia instalada.
Mais uma vez tive o prazer de ver o Sporting fazer um grande jogo contra o Porto, devolvendo sem apelo uma humilhação recente. Lá cheguei aos dois metros e meio por três vezes pulando na bancada, enchi o olho com uma noite perfeita de bom futebol.
Yannick, Ismailov, Veloso. Três sem resposta. Vai buscar.

P.S.: Ia jurar que ouvi uns quantos beatos rezando Di Marias ao seu Bom Jesus. Desconfio que o Leão gosta mais do de Braga. Veremos que resposta conseguiremos dar daqui a umas semanas na “Catedral” do milhano. Faço figas por um Sporting à Capella, erguendo-se do meio da fanfarra e espantando a passarada.