Em águas profundas

“(…) Quando, em Outubro de 1968, entrou ao serviço da Armada, a sua vida útil prevista era de 25 anos. Em 2010, fará 42 anos de vida operacional. É o submarino mais antigo de todas as marinhas de guerra da NATO. Prepara-se agora para iniciar uma nova vida enquanto museu, em Cascais. Mas já muito antes se tornara uma lenda entre os militares. (…)”

In “Bravo Zulu Barracuda“, Jornal Público sobre a última viagem do submarino NRP Barracuda.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.