Categories
Viagens

U-Ganda Projecto

“(…) Esta semana, quase todos os dias, o Carlos foi perguntando à Lina por determinadas palavras em português. Primeiro quis saber como se dizia adeus. Noutro dia, quis saber como se dizia nunca e por aí fora.
Ontem à noite, de repente, o Carlos foi ter com a Lina e fez esta frase num português perfeito: “Nunca te quero dizer adeus”!
Mas as estórias que nos tocam não ficam por aqui e vamos continuar a contar tudo após o nosso regresso. Sexta-feira vamos acenar, não um adeus, mas um até breve. Queremos continuar a estar atentas a Bulenga.
Há poucos dias, o William, outros dos fundadores do Orfanato, dizia-nos: “não nos esqueçam porque eu ainda não estou preparado para vos esquecer”.
Já agora, os mosqueteiros baptizaram-nos com nomes da tribo Buganda, a maior das cerca de 60 tribos que povoam o Uganda. A Isolina Ribeiro passa a ser Lina Mukisa – que significa “abençoada” – e a Rita Colaço passa a ser Rita Nasali Mirembe – que significa “paz”.(…)

Vale a pena seguir o blogue U-ganda Projecto onde se retrata a curta mas intensa aventura de duas portuguesa que foram até à capital do Uganda dar mais que uma mãozinha.
(Via António Colaço)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.