Adufe 5.0

As armas do meu adufe não têm signo nem fronteira
Random Image

As armas do meu Adufe,
não têm signo nem fronteira.

Bem-vindo ao Adufe 5.0


Archive for February, 2008


Parabéns TSF

Tsf - Rádio Notícias

Da política para gente de todas as cores

A ler: “Com amor e com raiva” por João Villalobos (e Eça de Queirós) no Corta Fitas.

Correlacionar a lista de convocados com a assistência no Estádio

Passou-me pela cabeça o exercício acima descrito em relação aos dados do Sporting, mas depois ocorreu-me que há um factor fortíssimo que complica com a racionalidade.
A minha teoria era a seguinte: a lista de convocados para o jogo sai com alguma antecedência permitindo ao adepto atento decidir com elevada probabilidade de antecipação e sucesso se quer ir assistir a uma derrota ou se quer ir assistir a uma vitória do Sporting.
SCP versus CFA
Assim, se houvesse racionalidade, apesar da ausência forçada de Vukcevic e da forte probabilidade de Ronny jogar, as ausências quase seguras de Purovic e Farnerud e as presenças de Abel e Tiui dão alguma motivação para ir ver um jogo que o Sporting até poderá ganhar.
Contudo, há um lastro a ter em conta e que não se apaga com a divulgação da convocatória: desconfio que os efeitos negativos da herança do jogo anterior, onde os referidos atletas foram chamados a demonstrar mais uma vez as suas imensas limitações, mexe com o adepto comum com hipótese de ir ao Estádio ao ponto de preferir ver o jogo na televisão (se tanto).
Aos que são alheios ao curto prazo e confiam na equipa escalada para hoje o meu até logo. Podem encontrar-me algures no sector A26.

Quando uma música resume mil imagens – I

Do anti-climax nascerá uma estrela

No pós-Pedro Santana Lopes Primeiro Ministro saiu-nos José Sócrates, luminoso e generoso como só as boias parecem aos homens ao mar.
No pós-Santana Lopes / Luís Filipe Meneses enquanto lideres do PSD surgirá o heroi definitivo que salvará o partido (e quem sabe o país) da atrofia dos pobres de espírito.
Estes militantes do PSD sabem-na toda! Mestres da gestão dos timmings de uma forma rebuscada. Aos seus abrigos malta das rosas!*

* Er… bem vistas as coisas estive assim para escrever o mesmo quando o lider era Marques Mendes, but what a hell!

Vamos ao cinema? Não, vamos ao campo de refugiados.

“Um parque temático aberto em Melbourne, na Austrália, simula o dia-a-dia dos residentes de um campo de refugiados, para mostrar aos visitantes as dificuldades e o sofrimento de milhares de pessoas ao redor do mundo que vivem nessa situação, longe de suas casas. (…)”

Mais detalhes aqui: “Parque temático na Austrália simula campo de refugiados“.

O Google não existe para a Assembleia da Republica?

Google não sabe nadar, ioDepois da prosa sobre o facto de ser impossível encontrar o sítio da Assembleia da República Portuguesa onde se aventava a hipótese do o Google ter banido o Parlamento, surge agora, após investigação mais informada a indicação de que poderá estar a suceder precisamente o oposto: a AR ter a porta fechada para os bot e robot do Google.
O António Dias continua a acompanhar a questão. Próximo passo, dar disso notícia à AR?

Lagartagem

O símbolo de Basel é o Basilisco, uma serpente alada que hoje, esperemos, meta água.

Basilisco Basileia - Basel

A Assembleia da República não existe para o Google

Assembelia da República - Parlamento - PortugalOntem corri mais de 20 páginas de resultados desta pesquisa do Google e não encontrei o que procurava: o sítio na net do “Parlamento” português. E uma pesquisa adicional por “Assembleia da República” produziu os mesmo resultados. Passei por parlamentos dos Palops, e não só, e do português, só indicações indirectas.
Há larguíssimos meses que me apercebi do fenómeno mas só ontem, perante mais uma confirmação prática, resolvi tentar perceber o que se estará a passar pedindo ajuda a quem tem mais conhecimento sobre este tipo de tecnologia. O António Dias pegou no caso e investigou-o na medida do possível. Está tudo aqui em “Parlamento banido do Google?“. Para todos os efeitos podemos dizer que o Google baniu o sítio do nosso Parlamento. Resta saber o que terá levado algum robot dessa empresa a aplicar tal medida tão drástica a um sítio com mais de uma década e com largas dezenas de milhares de ligações/referências em outras páginas com notoriedade, segundo os critérios do próprio Google.
Já agora, e porque o mais certo é ainda aqui aparecer gente perdida em busca do sítio do Parlamento, ele está aqui: http://www.parlamento.pt/

Vende-se!

Praça do Município, Lisboa

Praça do Município, em Lisboa.

Tribunal de Contas recusou o empréstimo pedido pela CML, advogando que esta está em situação de desequilíbrio estrutural… financeiro, desequilíbrio financeiro estrutural. Isso.