A mentira sucessiva tem de ter um custo político elevado

“O day after do anúncio da ratificação parlamentar do Tratado de Lisboa comprova o falhanço de uma determinada estratégia. A rolha, o condicionamento de cidadãos e jornalistas e os processos judiciais contra os críticos não vingaram. Felizmente, os portugueses continuam a não ter medo de opinar sobre os seus políticos e governantes, revelando uma coragem cívica notável.”
Rui Costa Pinto em “Golpe na Democracia“.

3 thoughts on “A mentira sucessiva tem de ter um custo político elevado

  1. Daniel Marques

    Infelizmente se não fosse a Internet, não tinha onde opinar sobre política, e muitas vezes sou até criticado por isso. Mas eu até compreendo quem me critica, é que de facto a matéria em causa é deprimente, daí que muitos outros portugueses optam por fugir ao assunto, mas no entanto isso não será uma atitude autista?

    Reply
  2. fernando penim redondo

    Toda esta guerra acerca da ratificação do Tratado de Lisboa por referendo é simplesmente deplorável.
    O Sócrates, como se viu hoje no Parlamento, recebe uma oportunidade para brilhar.
    Os portugueses em geral estão-se nas tintas para o assunto, e Sócrates sabe-o, por várias razões:
    – têm mais que fazer do que participar em votações pró-forma cujo resultado já se conhece antecipadamente.
    – não acreditam que a campanha de tal referendo os viesse a esclarecer já que seria apenas mais um pretexto para dirimir as querelas partidárias habituais.

    O que seria realmente interessante era fazer um referendo para consultar os portugueses sobre as várias medidas concretas que são apresentadas como de “inspiração europeia”, a saber:

    – a lei do tabaco tal como existe
    – a fiscalização dos produtos alimentares pela ASAE da forma como é feita
    – a proposta de limitar a 30 km/h a velocidade nas povoações e de encher o país de lombas e radares

    Esse sim, seria um referendo interessante e talvez muito frequentado…
    Não cairão daí abaixo.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.