Categories
Economia Saúde

Que não se proibam as escarradeiras no local de trabalho

Se não se pode fumar, ruminação com eles:

"Philip Morris diversifica produtos para contrariar declínio de vendas" na Meios & Publicidade.

 

Categories
Política

Ficção, pura ficção asinina

Mas porque raio me incomoda tanto esta ficção alheia?

" (…) Se estivesse em causa umas notas entregues num saco de plástico por um pato bravo da construção civil não faltariam filas de comentadores às portas dos estúdios das televisões, primeiras páginas com entrevistas às amantes do pato bravo e intervenções dos nossos distintos comentadores. Mas o presidente da Somague não é nenhum pato bravo, a teia de relações em que se movimenta representa uma elevada percentagem do PIB, como diria um qualquer assessor de Sócrates.

Atingir a Somague seria atingir um deles, seria atingir uma rede de interesses que controlam uma boa parte do nosso país, da comunicação social ao sistema político. As “somagues” não pagam apenas a políticos, delas vivem muitos dos nossos académicos, jornalistas, jurisconsultos, consultores, “senadores” e comentadores. Com o seu dinheiro já foram eleitos autarcas, presidentes e primeiro-ministros.

A verdade é que este silêncio não é casual, as nossas elites vivem das mesmas gorjetas que alimentam os partidos, ninguém está interessado em que se fale do assunto, estamos perante uma omertà à portuguesa."

in O Jumento.

P.S.: se ao menos houvesse cristandade, os telhados de vidro convertiam-se em penas redimidas e o justo (poderia) ressurgir de dentro do manietado. Viver é preciso, sobreviver não é preciso. 

Categories
Blogologia

És a nossa fé

Parece que já arranjei barbeiro de borla, se bem que isto de tosquear Leões não vai lá com picadinhas de Águia. O António por seu lado quer conversa. Infelizmente o Verão por aqui começou no Sábado (como se pode ouvir mais abaixo) e o clima é de paz e sossego. Digamos que estou proibido pela minha religião, meme que eu quisesse…
Categories
Desporto

Fui à bola e voltei

"S.E.S.P.N.F. em casa" – lido numa camisola do Sporting hoje em Alvalade.

Distraí-me e fiquei a ver o 5º gato fedorento na SIC, um tal de Rui Santos que é, nem mais, nem menos, que o genuíno treinador de bancada que nitidamente não percebe mais da poda do que eu (e eu sou bem humilde nestas matérias) mas que arranjou poleiro na TV e vai assim gerando discussão, irritação, comoção como qualquer treinador de bancada que se digne. As novidades de hoje envolvem afirmar que Liedson não sofreu penalti hoje em Alvalade, que este foi assinalado para compensar o roubo da semana passada nas Antas e que… bem, o resto vai na mesma linha… Entre o Xistrema, as hooters do Ronaldo e o Camachismo é escolher. Melhor que os Gatos Fedorentos, seguramente, e com um piquinho a diácono remédios.

De Alvade trago hoje uma nota. Depois de alguns anos de experiência no topo Sul, aburguesei-me, fiz-me sócio e abanquei na Central, lá no cimo para manter o hábito do perfeito plano picado. Ora pensava eu que a burguesia seria distinta da populaça contudo, a única diferença que vou registando, é que, quando o descontrolado (ou descontrolada) da praxe começa a chamar nomes a tudo e todos (literalmente), há ali, no meio de sócios autênticos mais caras que se viram para trás em desaprovação. O resto é tudo igual. Haverá mais cigarrilhas e menos cigarros mas mesmo isso carece de comprovação estatística. A taxas de roedores de unhas serão similares, por exemplo. E as molas que fazem saltar os sofredores virão da mesmo fábrca. Mais adiante no campeonato reportarei o resto. E viva o Sporting!

 

Categories
Poesia e Música Video

Chegou o Verão!