Categories
Lisboa Política

Lisboa: Só por curiosidade… (revisto II)

António Costa: peço ajuda aos leitores: quando (e qual) foi a última vez que António Costa levou um mandato do início ao fim? Sem querer com isto desmerecer necessariamente a sua candidatura, devo confessar que esta é uma das características sobre António Costa que me ocorre imediatamente assim que recordo a sua experiência política. E ocorre-me também que esse foi um dos problemas recentes da Câmara Municipal de Lisboa. Convinha que o candidato esclarecesse em que condições admitirá sair da Câmara caso seja eleito (ele e os restantes).

Helena Roseta: faz sentido a indignação perante a quase impossibilidade prática em recolher as assinatura durante meia semana. Fazer eleições a 1 ou a 8 de Julho parece-me absolutamente indiferente. Sim, fica a suspeita de batota na secretaria por parte dos partidos políticos. É muito difícil combater o monopólio do acesso ao poder. Se alguém tiver os contactos da proto-candidata (para efeitos da recolha de assinaturas) terei muito gosto em os aqui publicar e em contribuir com a minha assinatura, sem me comprometer com o voto.

Adenda:

"As eleições intercalares para a Câmara Municipal de Lisboa foram marcadas para o dia 1 de Julho proximo, o que significa que o prazo de recolha de assinaturas tem de ser antecipado.
Precisamos de recolher, até 18 de Maio (Sexta-Feira) 4000 assinaturas de eleitores recenseados em Lisboa.

Imprima a declaração de propositura, preencha e entregue na Sede da Candidatura, Rua das Portas de Santo Antão, 84-90 (ao lado do Coliseu dos Recreios) das 9:30 ás 18:30 

Contactos: 917571623/914759084

declaração de propositura

cidadaosporlisboa@gmail.com"

in Cidadãos por Lisboa 

Fernando Seara: fica a simpatia por ter sido fiel para com os compromissos assumidos com as centenas de milhares de eleitores do Concelho de Sintra que o elegeram. Cumprir com um mandato até ao fim deve ser um valor da democracia. Não o fazer deve ser a excepção devidamente justificada, por exemplo, pelo ingresso no governo do país e pouco mais, e mesmo assim há sempre dano potencial.

2 replies on “Lisboa: Só por curiosidade… (revisto II)”

Só não foi candidato, por acaso, ou seja, porque a eleições foram marcadas para o dia 1 de Julho e a hipótese de se fazerem coligações acabou no mesmo dia em que foram marcadas as eleições.
Só por acaso e por não querer arriscar a ficar sem nenhuma das câmaras.
Só por interesse e ambição.

Brr!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.