Categories
Portugal

O meu (carro) é muito maior que o teu!

Estatística a quanto obrigas… (via Tugir).

Adenda: devo confessar que numa leitura mais atenta este estudo me parece… coxo. Além de determinar quanto mede e definir os extremos apelidando-os automaticamente de problemáticos em grande e em pequeno faria sentido complementar o estudo com um similar para o sexo feminino. Coisa que não sei se já alguém tentou neste planeta… Diz-se no estudo que cerca de um milhão de portugas estão claramente abaixo da norma podendo por isso invocar assistência clínica. Será? Ora isso pode ser muito grave, mas pode até revelar-se perfeito! Tudo depende do ajustamento com as respectivas parceiras, ou estarei a ver mal os números e a morfologia da coisa? Nas mulheres não há diferenças? Isto mantendo a coisa na pura mecânica…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.