Categories
Política

Carta dos States

Segue publicação do comentário/epístola do nosso vizinho Bob Merkin:

 "Olá Rui!

“Olá Rui!
Fantasma … I wish it were a fantasma. Unfortunately nuclear power and nuclear weapons are Alive and Strong and Healthy (for their industry and warriors, not healthy for the rest of us).
The trouble with nuclear power is that it was invented by Nobel Prize physicists, men of magnificent, even heroic intellects — Fermi, Bohr, Szilard, Oppenheimer, Teller, Feynman, etc.
But then the technology was transferred to businessmen, financiers, bureaucrats, apparatchiks, kommisars, politicians …

Categories
Letras e Livros

Notas do Escaparate

"A tentação de editar" hoje na Casa Pessoa e a edição do best of de um clássico desaparecido: o Jaquinzinhos em livro.

Categories
Economia Política

Glup!

Por esta é que os maganos que calculam o PIB não estavam à espera:

"Pensões terão tecto máximo e em função do PIB e inflação" no Diário Digital

Falta saber o como (qual a fórmula) e o quanto (qual o limiar máximo), mas para começo de conversa dá vontade de bater palmas! Teoricamente irrepreensivel e politicamente robusto (dificilmente atacável pelos políticos e políticas que temos tido).

Aleluia! 

Adenda: o indicador y passou de 2,6 para 1,5 numa dada unidade de tempo. Quanto caiu em termos percentuais esse indicador nessa dada unidade de tempo? (1,5-2.6)/2.6*100. Esta conta não dá 35%.

Categories
Economia Mimos Política

A verde esperança renasce

Ela: O governo vai mexer na fórmula de cálculo das pensões.

Ele: Pois é. Parece que vão baixar as reformas que nós não iríamos receber. 

Ela: Que mais nos irá acontecer?

Ele: Eu imagino um surto de mudanças de sexo entre a população feminina com cerca de  65 anos…

Ela: O quê?!

Ele: Está-se mesmo a ver que não leste o post anterior… Se houver justiça demográfica, é certinho. E o governo vai ter de voltar a legislar para evitar este escape…

Categories
Economia Política

Estimadas senhoras

A esperança média de vida das mulheres é superior à dos homens em cerca de sete anos, nem todos líquidos em termos de capacidade/incapacidade mas isso não interessa nada.

Por razões genéticas, culturais (comportamento ao volante, frequência com que vão ao médico, etc) e outras que não me ocorrem, as mulheres vivem efectivamente mais uns aninhos valentes do que os homens, em média. Curiosamente tem sido historicamente inversa a relação entre a idade legal da reforma e este princípio demográfico (com os homens a reformarem-se mais tarde até há alguns anos).

Com a relação directa entre montantes e idade da reforma e a evolução da esperança média de vida nacional, que se supõe o actual governo irá apresentar hoje , espera-se que haja discriminação sexual nesta matéria. Ou seja, as mulheres vivendo mais que trabalhem mais ou, em alternativa, que recebam menos caso se reformem com a mesma idade que os homens. Tudo isto a bem da paridade, evidentemente.

Abordagens mais sérias ao problema ficam prometidas para um dia destes (ou para mais logo, quem sabe). 

Categories
Economia

Chernobyl, 20 anos – Republicação

Publicado inicialmente em 20 de Abril de 2004:

"A cidade fantasma de Chernobyl

Este site, descoberto via Cruzes Canhoto, contém uma foto-reportagem sobre a área desabitada em torno de Chernobyl feita por Elena, uma jovem motociclista filha de um cientista nuclear russo. Absolutamente imperdível. A internet informal no seu melhor.

"Perhaps future archeologists will compare this town to Pompeii. The Soviet era is forever preserved here – in the radiation that will last for many centuries. ""

 

De ontem recomendo "Lição de Chernobyl" pelo João Miranda no Blasfémias ( bem como a discussão nos comentários que neste momento já vai nos 57).

Categories
Economia

To dispair, or not dispair

A linguagem bélica recrudesceu este ano na imprensa. Tempos houve em que vivíamos sob o jugo do "alegadamente"; agora é só disparar.

Há cerca de três meses que me tem sido impossível espreitar a imprensa nacional sem apanhar com meia duzia de disparos por dia. A maioria na bolsa, mas nem todos.

Variável económica que se digne querer aparecer nas notícias tem de disparar qualquer coisa. Ainda que o PIB continue a arrastar-se.

Disparam os lucros, disparam as cotações na bolsa, dispara a inflação, dispara o desemprego, dispara o número de falências, dispara a ocupação hoteleira, disparam os combustíveis, disparam os parques eólicos inaugurados, dispara o número de OPAs, disparam os voos das low costs, disparam os anúncios de reformas… Dispara tanta coisa que lhe perco o conto. Surdos, corremos o risco de ficar surdos?

Sussursando ao ouvido repito o epitáfio a evitar "Governou com o fulgor e a determinação necessários em 1995. Quis o destino que só tomasse posse 10 anos depois."

Que o Colete esteja connosco. Ã?men. 

Categories
Palavras dos Outros Política

A ler (act.)

1. "Da desigualdade" por Rui Pena Pires n’O Canhoto;
2. "Cavaco" por David Dinis n’O Insubmisso.

 – Duas breves notas em alternativa a outras já aqui sublinhadas sobre o discurso do PR; fico à espera que David Dinis destaque algumas das principais soluções apontadas por Cavaco que, vaticina, ficarão por comentar.

3. "Plano de Erradicação de barracas – III" pelo LR no Blasfémias

 – texto e comentários pouco recomendáveis a pessoas impressionáveis

Adenda: E para terminar, "Dois aforísmos do 26 de Abril" pelo Luís Carmelo no Miniscente

 

Categories
Blogologia

Curiosidades administrativas deste blogue

O Yahoo comprou há meses o blo.gs e este finou-se. É agora veículo de publicidade a outros serviços como o Technorati. Sendo utilizador do blo.gs e perante este cenário, estou a construir uma nova lista de blogues a visitar, desta vez recorrendo ao blogrolling.

Adenda: naturalmente se pudesse influenciar algum dos bloggers referenciados, ficaria grato se estes avisassem o blogrolling (fizessem o ping) sempre que actualizam o seu blogue.

Categories
Palavras dos Outros Política

A ler (act.)

"Pura desonestidade" por João Pedro Henriques no Glória Fácil (via French Kissin’).

Adenda: e ainda "Pura desonestidade II".