Visto de cima sou quase careca

A propósito da neve no Brasil lembrei-me de uma peta (sei-o agora) que um brasileiro me pregou, quase me convencendo que o ponto mais alto do seu país não chegaria aos mil metros. Vive num Brasil pequeno esse camarada de terras baixas.
Graças ao bom pesquisador da internet descubro que há poucos meses o Brasil mudou a geografia percebida: “Satélite muda altura de ponto culminante do Brasil“. No caso do ponto mais alto – o Pico da Neblina – o próprio nome quase desculpa os erros de medição do passado.
Já por cá não haveria toponímia que nos apaziguasse; como seria (será) com a nossa Estrela ou com o nosso Pico? Vai um polígrafo pelo GPS? E se nem com a Torre o continente chegar aos 2000 metros?
Que país é este?

4 thoughts on “Visto de cima sou quase careca

  1. Luís Bonifácio

    Ó Rui, você foi atacado pelo mesmo virús que a Ministra da Educação?
    O Ponto mais alto de Portugal tem 2351 m situa-se nos Açores e chama-se pura e simplesmente “o Pico”. Ou será que nos Açores não se aplica o mesmo sistema de unidades que na Metrópole?

  2. Rui MCB

    E o Luís mediu o Pico com barómetro ou com GPS?
    Leia lá o texto brasileiro que está lincado e depois falamos 🙂

  3. Luís Humberto Teixeira

    Uma dúvida que acabou de me ocorrer: será que as novas medições por gps estão mais correctas por a tecnologia ser melhor, ou será que as altitudes dos pontos mais altos foram revistos em baixa devido a fenómenos como a erosão ou o aumento do nível do mar (afinal, é em relação a este que os picos são medidos)?

Comments are closed.