João Caraça

Por falar em pessoas lúcidas, é sempre um gosto ouvir João Caraça (há pouco na 2:) a propósito do mega investimento internacional para desenvolvimento da fusão nuclear (a localizar em França), mas também sobre a fissão nuclear e a exploração de outras formas de energia em Portugal e o fim da era do petróleo barato.
Porque é que é tão raro ouvir alguém da área das ciências na comunicação social portuguesa a falar de ciência? Tento fazer um esforço de memória sobre as figuras da ciência (penso nas ciências exactas e/ou mais ligadas às novas tecnologias) feitas públicas pelo seu contributo junto dos media e sobram-me os dedos. Posso andar distraído mas de facto demasiadas vezes fico com a sensação que há informação a menos entre o excesso de informação que nos é “oferecida”. Mas pode ser que seja apenas um problema meu, de seleccção informativa.
De que nomes se recordam quando pensam em quem tem acesso a dar opinião científica ao grande público neste país?
A caixa de comentários está ao dispôr.

A despropósito, vai dar agora mesmo o último episódio da série 24 na 2:

2 thoughts on “João Caraça

  1. ajbranco

    De certeza que haverá muito boa gente para avaliar a necessidade da utilização da energia nuclear em Portugal.
    Uma coisa é certa: temos uma central nuclear a 350 Km de Lisboa…(http://www.foronuclear.org/e_nucl.jsp?id=4)
    Importa também reavivar o caso de 1976 e a possível instalação de uma central nuclear em Ferrel, próximo de Peniche. O projecto foi cancelado depois de descobrirem que a possível localização ficaria por cima de uma falha téctónica activa. Como diria Astérix: “estes romanos são loucos…”.

Comments are closed.