Categories
Viagens

Lisboa, a cidade das aldrabas

O passeio de hoje foi feito de câmara em punho e nariz no ar. A suspeita de que há mais aldrabas de baixo de nosso nariz (aqui em Lisboa) do que poderia imaginar confirmou-se.
Gastou-se a “memória” dos cartões digitais, gastou-se a bateria do aparelho e sobraram muitas aldrabas dignas de nota por fotografar. Não cheguei à Madragoa, mas um breve passeio entre Santa Catarina e o Limoeiro, sem esquecer a baixa pombalina, deu-nos muito que contar.

Por hoje, e iniciando uma segunda série de posts sobre as aldrabas deixo-vos (daqui a pouco) uma da residência do Embaixador da Argentina ao miradouro de Santa Catarina. A acompanhar um delicioso texto que a leitora Laura Garcez deixou na caixa de comentários do Adufe. Entretanto, continuo a receber contributos, em texto ou em imagem naquela que é a iniciativa mais gratificante que trouxe ao Adufe. Obrigado a todos e espero que continuem a gostar e a colaborar.

P.S.: o muito monárquico Luis Bonifácio também seguiu o repto e passeou pelo Minho em busca de aldrabas, vejam o resultado aqui.

2 replies on “Lisboa, a cidade das aldrabas”

Está visto que apostou sériamente em levar por diante esta recolha, esgotando todos os recursos.
Gostaria de lhe poder ser útil em jeito de colaboração, mas resido numa zona em que esse tipo de material não ornamenta nem as portas de entrada dos edifícios, nem dos respectivos apartamentos.

Comments are closed.