1 thought on “Devagar, devagarinho…

  1. congeminações

    Ora aqui está um sinal que é a prova cabal de que afinal a oposição do PS que não funcionava do ponto de vista dos críticos e do próprio governo, teve uma opção por ir trabalhando sobre matérias importantes do sector económico deixando o lastro suficiente para que o executivo utilizasse a linha suficiente para se enforcar na sua política económica.

Comments are closed.