6 thoughts on “Ai uê.

  1. Isabel

    O que vale é que you are joking..
    O artigo do Pacheco Pereira é de 1997.

  2. Isabel

    Melhor:
    Este artigo é a continuação de um outro publicado em 1997.
    Este livro da CPC “A ARMA DOS JUÃ?ZES”, é último que ela escreveu?

  3. Rui MCB

    E o livro da Clara é a continuação do Adeus Princesa de 1985 (?) 🙂

    Julgo que a CPC ainda não regressou à ficção…

  4. Isabel

    O Adeus Princesa é de 1987.
    Mas não vejo qualquer semelhança entre os dois.

    Estes dois artigos do JPP são do melhor que tenho lido.
    Aliás, eu estou a cometer um erro. O autor refere que o artigo foi publicado há dez anos. A colectânea das crónicas “O nome a coisa” é que foi editado em 1997.
    Isto está escrito à pressa e sem comprovar nada, mas talvez esteja correcto.

  5. Rui MCB

    Eu acredito… Atenção que eu não escrevi “Pacheco Pereira plagiou Clara Pinto Correia”… O que até podia ter alguma piada :-))

  6. Vale de Soure

    À crónica de Pacheco Pereira publicada no Público “on-line” falta o primeiro parágrafo, que pode ser lido no Público “papel”, ou no Abrupto.

    Para comodidade dos leitores do Adufe interessados, transcrevo-o:

    “Não. Não é sobre a crise, nem sobre futebol, nem sobre Santana Lopes. Sobre todas estas coisas já disse o que tinha a dizer para já. É sobre o que está atrás, ao lado, em cima, à frente. Nós, os portugueses. Onde está o meu casal que protestava na Ponte 25 de Abril, há exactos dez anos?”

Comments are closed.