As palavras dos outros

Estes textos deveriam ser obrigatórios nas escolas (…) Hoje[17 de Junho], em 30 cidades do mundo inteiro celebra-se a memória da data em que Aristides Sousa Mendes começou a passar vistos livremente. Mais de 30 mil.
Trata-se de uma iniciativa da Fundação Raoul Wallenberg e do Comité Ângelo Roncalli e conta com o apoio do Vaticano e do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal.
Gabriel Silva no A Blasfémia