Repensar serena e aprofundadamente o Audiovisual

Estimado Rui Branco

Cá vem o chatinho, mais uma vez, convidá-lo a ler estes dois posts do Ideias Soltas:

Este e este.

Num momento em que se discute a tutela da Comunicação urge que se inicie a discussão sobre o divórcio entre os audiovisuais e a Educação, de forma serena e profunda, entre Pais, Escolas, Professores e meios audiovisuais para que não se legisle levianamente.

No último post encontrará links para o “Consejo Audiovisual de la Cataluña” que promoveu o “Libro Blanco sobre la Educación en el Entorno Audiovisual” que identifica a influência negativa que os meios audiovisuais têm na formação da identidade das crianças e adolescentes e que, a meu ver, fundamenta a constituição do projecto da DIFUNDART.

Em anexo PDF endereço o projecto de estatutos que muito grato ficarei em conhecer a sua [nossa/vossa] opinião e sugestões.
DIFUNDART.pdf

Muito grato mais uma vez.

Carlos Alves