Categories
Letras e Livros

Uma larga margem de silêncio

Escrevo-te para daqui a um século, cinco séculos, para daqui a mil anos… É quase certo que esta carta te não chegará às mãos ou que, chegando, a não lerás. Pouco importa. Escrevo pelo prazer de comunicar.
Vergílio Ferreira em Silêncio.