Somos todos estúpidos! (act.)

Não há pachorra. Hoje não tenho pachorra para contemporizar com o insulto.
Já não há dúvidas. Segundo os critérios restritos de classificação de doenças adoptado por este Ministro da Saúde (Luis Filipe Pereira) temos aproximadamente 10 milhões e 300 mil estúpidos em Portugal. Mais um cromo para a troca a juntar aos do post anterior. Segue notícia do Portugal Diário.

Para o Governo dados da OMS sobre vítimas do calor não diferem do ministro da Sáude

POLÃ?TICA
Os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre a morte em Portugal de 1.316 pessoas devido ao calor não diferem do que o ministro da Saúde defendeu no Parlamento, disse hoje à Lusa fonte oficial.

Fonte do gabinete do ministro da Saúde disse à agência Lusa que as nove vítimas do calor referidas por Luís Filipe Pereira, no Parlamento, em Setembro, são resultado de critérios apertados de classificação, baseados na análise das certidões de óbito.

De acordo com estas certidões, apenas nove pessoas morreram por causa do calor, adiantou a mesma fonte.

Segundo o porta-voz do Ministério, os dados da OMS, relatados hoje pelo Diário de Notícias, são a “reprodução do relatório preliminar do Instituto Ricardo Jorge” que aponta de facto para a morte de 1.316 pessoas devido ao calor nos primeiros 15 dias de Agosto.

P.S.: Eh pá! Ganda noia. Então estava a retirar o Luis Filipe Pereira da lista chamando-lhe Sevinate Pinto?! Devo ter algum chip do Ministério da Educação instalado na mioleira! Mas desde quando?… (imaginem violinos estridentes neste ponto do texto a lá psico). O Vminho lá topou a gaffe perdão detectou o chip e ajudou-me a fazer reset. Thanks.

1 thought on “Somos todos estúpidos! (act.)

  1. Vminho

    Concordo plenamente contigo. Este governo quer fazer dos portugueses estúpidos mas estou convicto que não vai conseguir! O país começa a acordar. Quero apenas fazer uma pequena correcção: Sevinate Pinto é ministro da Agricultura. O ministro da Saúde é Luis Filipe Pereira.
    Um abraço de Vieira do Minho

Comments are closed.