O Troféu (act.)

É curioso… Depois de muitas voltas dar à mioleira (sou um bocadinho lento mas costumo chegar lá) acho que percebi um estranho comentário que está ali colado à mensagem debaixo e que foi deixado como resposta a um outro que eu próprio coloquei aqui. Agradecia eu às simpáticas palavras que lá eram dedicadas ao Adufe com um – constato agora – infeliz “:) Outro”.
Era um “:) Outro” que se seguia a “Um abraço para os dois” que era endereçado ao Adufe e ao Vento Lá Fora.
Com o que lá deixei, o que passou pelo “Cérebro de Aluguer” foi que eu estava não a enviar um abraço mas a pôr uma risca adicional na minha lista de troféus da blogo-esfera: «”:) Outro” blogue que “já cá canta”, que gosta do Adufe e di-lo aos sete ventos».
Andamos então em busca de reconhecimento e, pouco humildemente, lambuzando-nos nas cordas do sentimento que conseguimos tocar no coração dos outros? Dito assim, apesar de tudo, até não seria mau pois não? Mas de facto não foi o caso. Ainda que não seja grande pecado (um pouco irritante, talvez), não faz o meu estilo cair em Mourinhisses.
Um abraço para o Cérebro de Aluguer e para quem me ler, já agora.

4 thoughts on “O Troféu (act.)

  1. Rui MCB

    Afortunados os que se lambuzam nos sentimentos dos outros com a suprema autorização do amor. E apenas esses.
    A que sabe o amor? É só chamar um bom poeta que ele dá-nos umas dicas. Como diz o outro “Aqui não há poeta”! 🙂

  2. Guida

    As minhas desculpas pela infeliz interpretação do segundo “:)Outro”. Não quiz gerar qq especie de polemica ou atrito. Continuo a blogar pelo Adufe, o que me dá muito prazer.
    Um Abraço

Comments are closed.