Alegado esclarecimento dos Pás II

Acreditam que eu li em público o primeiro post com o título deste, que surge algumas linhas mais abaixo, e houve quem acreditasse que se tratava de uma notícia, de um desmentido do PS que eu estava a ler na página on-line de algum jornal?!?!?
Já nem uma caricatura sei fazer… Ou serei um leitor de écrans assim tão convincente? Já não haverá caricatura possível?
Como diz o nosso PR: Caramba!

Momento de Humor

Selecciono duas notícias de hoje, a primeira do Público:
“Maria Elisa Suspende Mandato por Doença e Regressa à RTP.
A deputada jornalista vai fazer um programa de entrevistas no primeiro canal”

E a segunda da TSF:
CONSELHO DE MINISTROS
Cerco às baixas fraudulentas

Bem sei que a Deputada-jornalista não se enquadra no grupo das portuguesas (e portugueses) manhosos mas tem a sua piada no dia do “cerco” aparecer a notícia de uma senhora baixinha que vai trabalhar (para outro sítio) por estar doente. Tem também particular actualidade a crítica de ontem do Abrupto às incompatibilidades entre fontes e ex-jornalistas quando ambas chegam à qualidade de deputados.
Não quero acreditar que a senhora se canse menos na RTP…
Agora a sério: as melhoras! E não me leve a mal…

P.S.: Temos presidente:
“Presidente veta lei-quadro
Jorge Sampaio vetou a lei-quadro de criação dos municípios e devolveu o diploma à Assembleia da República, segundo fonte da Presidência citada pela Agência Lusa. Deste diploma depende a criação dos novos concelhos de Fátima e Canas de Senhorim.”

O Príncipe

É o livro que ando a ler por estes dias. Lamento não o estar a reler para ser franco… Mas quantos livros não lerei ainda ficando com este sentimento na alma?
Talvez não valha a pena tecer encómios a um clássico aclamado há cerca de 500 anos, mas vale a pena sublinhar uma estupefacção mais corriqueira. A cada capítulo que leio fico cada vez mais com a sensação de estar a ler um excelente tratado de sociologia, se não nos moldes modernos da dita seguramente uma peça fundadora… E vou-me lembrando daquilo que era o currículo de Sociologia no secundário do meu tempo… Max Weber, Durkheim. Cheguei à universidade e levei com os mesmo senhores e mais uns quantos: Montesquieu, Hobbes… Andará algum lobby anti-Maquiavel por aí? Estou assim tão enganado nesta revisão de casting que insinuo? Haverá quem tenha medo que Maquiavel seja perigoso para as mentes das criancinhas?
Pela minha parte acho muito educativo para quem gerir uma empresa, um país, um lar… E (quase) nada maquiavélico sublinhe-se! Uma referência incontornável, não fosse esta estranha inquisição que nos impomos a nós próprios.

Imaginário Leitor…

Acabaram de me informar que desde que inaugurei este blogue, há coisa de um mês, tenho dado um e-mail errado ali na coluna da esquerda… Azelhices! Se algum leitor menos imaginado, por ventura, tentou estabelecer contacto por esse mail e não obteve resposta, não me tome por antipático. Simplesmente a mensagem não chegou ao destino. Sorry!
O E-mail correcto é: fogueiralusa@yahoo.com